Brave Tamer

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Brave Tamer

Mensagem por Admin em Sab Abr 18, 2015 1:05 am


3.4. Digimon Tamers: Brave Tamer

Click Para Ver a História:
Moon-Millenniumon cria uma explosão que faz com que o Ryou vá para um Passado Longínquo, enquanto que o Millenniumon vai para um Futuro Distante.

Quando a poeira ‘acama’, Ryou acorda e apercebe-se que se encontra num ambiente completamente estranho: o Passado Primitivo da Digital World. Aparentemente, ele não se consegue recordar de nada. De seguida, aparece um Monodramon que se dirige a ele, apresenta-se e diz que ele estava à sua espera.
    


O Monodramon leva o Ryou até ENIAC, para que ele lhe explique o que se estava a suceder mais concretamente.

         Está escrito, no silabário de Digimon "ENIAC"




ENIAC (Electronic Numerical Integrator Analyser and Computer) foi o primeiro Computador Digital Eletrónico, em grande escala. (Podem ver mais sobre ele neste link (Wikipédia))

ENIAC foi criado em 1945 (em contexto da II Guerra Mundial) e lançado em 1946. Segundo o jogo, a sua criação e ativação deu origem à Digital World e, posteriormente, a todas as outras Dimensões da Digital World.

Monodramon explica que Millenniumon, que foi levado para um futuro distante, tem como objetivo destruir ENIAC e, consequentemente, isto pode levar à destruição da Digital World.

Depois de alguma conversa, ENIAC explica que Ryou está a sofrer de amnésia devido às batalhas e tanto stress. ENIAC, de seguida, nomeia Monodramon como parceiro de Ryou (provisóriamente).

No Futuro, ZeedMillenniumon (a forma final de Millenniumon) encontra-se sentado num 'trono'.

Ele encontra muita resistência por parte do Passado (ou seja que não consegue voltar ao passado). Ao que parece, ZeedMillenniumon tem feito experiências na criação de Digimons Artificiais. Ele continua o seu discurso sobre a mudança do passado para fazer um futuro melhor para si mesmo. Então, envia um Kuwagamon ao Passado.

     

Como a maior parte da memória de Ryou se apagou, ele fica calado e pensativo, e tende a ser reservado.

Monodramon tenta incentivá-lo a falar mais. De repente, ocorre um pequeno terremoto causado pelos ataques do Kuwagamon.

Ryou e Monodramon conseguem acabam por derrotar o Kuwagamon .
Quando ele é derrotado, um Culumon aparece (aparentemente, ele foi enviado para o Passado para ajudar o Ryou a recuperar as suas memórias, para poder derrotar o ZeedMillenniumon).


ENIAC envia-o por vários portais transdimensionais para que se possa encontrar com pessoas que ele conheceu no seu passado.
Enquanto Ryou está a viajar por todas as outras dimensões, ZeedMillenniumon continua a enviar as suas tropas contra ENIAC. É mostrado um Digimon dentro de uma cápsula (de criação de Digimons Artificiais) que, agora, está totalmente desenvolvido. É um Deathmon (e ZeedMillenniumon envia-o para o Passado).

De volta ao ENIAC, este explica que a chegada de Ryou ao Passado distante da Digital World não foi um acidente e que a simples presença de Ryou impedira a invasão completa de ZeedMillenniumon. Entretanto, Ryou e Monodramon derrotam o Deathmon.


Uma vez feito isso, Ryou passa por um Portal Dimensional. Lá encontra o Daisuke, o V-mon e um BlackMetalGreymon a atacá-los. Ryou derrota BlackMetalGreymon. V-mon revela que o Daisuke não foi o seu primeiro parceiro, mas sim o Ryou. O Daisuke rói-se de inveja com a relação do V-mon com Ryou.
  

Entretanto, ZeedMillenniumon envia outros Digimons artificiais para o Passado (e o Ryou derrota-os um por um...).
A partir daqui, a história tem a ver mais com a jogabilidade do jogo (por tanto vou avançar. Basicamente, o Ryou continua a viajar pelo espaço-tempo para se encontrar com várias pessoas, e quando regressa ao Passado Primitivo, derrota os Digimons que o ZeedMillenniumon envia para lá).

ZeedMillenniumon envia outro digimon artificial para o Passado: um Digitama de um BlackWarGreymon que eclode rapidamente.


Ryou acaba por derrotá-lo.
ZeedMillenniumon, tendo fracasso vezes e vezes sem conta, dirige-se para os Tanques de Criação de Digimons, onde vemos uns clones do Taichi, do Daisuke e do Takato. Estes clones ainda estão a desenvolver-se, porém um outro já está concluído: o clone do Digimon Kaiser. 

O clone do Kaiser é enviado para o Passado. ENIAC aconselha Ryou a não deixar que os sentimentos pessoais atrapalhem a batalha (visto que o Kaiser é o seu amigo Ken Ichijouji). Receoso, Ryou derrota o clone do Kaiser, e este revela que ele era apenas uma “ferramenta” e que os planos de ZeedMillenniumon estão quase finalizados.


Depois os clones do Taichi, Daisuke e Takato são enviados ao Passado e conseguem atacar ENIAC; este entra em falha de sistema.
Com ENIAC fora do caminho, ZeedMillenniumon ri-se e decide ir para o Passado reclamar o que é seu. No entanto, algo lhe está a impedir a passagem. Ele diz o seguinte:
    - Certamente o poder de ENIAC deve estar acabado e o Passado deveria mudar a meu favor... Mas porque...

De volta ao passado, ENIAC, com as forças que lhe restam, diz a Ryou para ir ter com ABC [Atanasoff-Berry Computer]; explica que havia dois computadores que criaram a Digital World: ENIAC e ABC (Atanasoff)...

ENIAC explica-lhe que Atanasoff e ele foram criados quase simultaneamente, mas a história continua a referir-se a ENIAC como o único fundador das origens da Era Digital. Atanasoff serviu como a sua “sombra” e protege o mundo digital no caso de algo correr mal - é quase como se o Atanasoff tivesse criado os alicerces da Digital World.
É só uma questão de tempo antes que ZeedMillenniumon destrua Atanasoff. (Podem ler mais sobre ABC - Atanasoff - neste link).

  Esta é a representação de ABC no jogo;                              

Ryou derrota os clones de Taichi, Daisuke e Takato sucessivamente.

No entanto, há apenas uma maneira de salvar Atanasoff: derrotar ZeedMillenniumon. Com o seu último poder, ENIAC cria um portal que leva Ryou e Monodramon até ao palácio de ZeedMillenniumon.
Com a chegada de Ryou, ZeedMillenniumon diz:
    - Por fim, ele chegou - diz o ZeedMillenniumon - ele veio... O meu amado...   (Parece que é mesmo o que diz na tradução O.o").



Ryou finalmente chega ao castelo. ZeedMillenniumon diz que ele não pode ser derrotado nem morto, e que ainda existe para ter sua vingança com Ryou... E quando ele se vingar, ele tornar-se-á mais forte.

Monodramon chama-o de idiota e diz que ele não pode vencer.

ZeedMillenniumon ignora-o e reflete que quando Ryou for morto, ele não terá mais nenhum propósito de vida. É aqui que o ZeedMillenniumon revela que ele foi concebido para ser o verdadeiro parceiro Digimon de Ryou mas, com a presença de Monodramon, agora é impossível.



De repente, Monodramon sente algo estranho dentro de si próprio. Monodramon diz que é o início de uma Jogress Evolution entre si e ZeedMillenniumon.
Monodramon força a Jogress Evolution, mesmo com o risco de evoluir para Millenniumon.


No fim, Ryou fica com um Digitama, fruto da Jogress Evolution.

O Futuro recupera o seu estado normal e o Passado recupera a sua paz. Ryou é enviado para um novo universo: O Universo de Digimon Tamers.


Há quem diga, que depois do Ryou se ir embora, ENIAC cria um ser, baseando-se nos dados do Ryou. Esse ser é o próprio Gennai, criado à semelhança de Ryou. (Embora eu nunca tenha visto isto confirmado, nem mesmo pelos jogos...)

Esta tal Jogress Evolution do Monodramon e do ZeedMillenniuon parece ser a causa do Cyberdramon ser tão violento em Digimon Tamers.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 44
Data de inscrição : 02/04/2015

Ver perfil do usuário http://teste01020304.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum